A gravidez psicológica em cachorro, também conhecida como pseudogestação, é uma condição comum que pode ocorrer em cadelas não castradas. 

    Geralmente acontece após o ciclo estral e é causada por mudanças hormonais. Durante essa falsa gravidez, a cadela pode apresentar comportamentos semelhantes aos de uma cadela grávida, como fazer ninhos, cavar e amamentar filhotes imaginários. 

    Ela pode até desenvolver glândulas mamárias aumentadas e começar a cavar em busca de possíveis filhotes.

    Mesmo que os sintomas da gravidez psicológica em cães possam ser preocupantes para os donos de animais de estimação, entenda que essa condição não envolve uma gravidez real ou a presença de filhotes reais. 

    Compreender as causas e manifestações da gravidez psicológica em cães pode ajudar a aliviar preocupações e fornecer cuidados adequados para nossos companheiros peludos.

    Saiba mais sobre este tema e outros tópicos relevantes na seção de destaque do nosso blog Curioso do Dia.

    O que é a gravidez psicológica em cães?

    A gravidez psicológica, também conhecida como pseudociese ou falso-prenhez, é um fenômeno natural que ocorre em cadelas. 

    Nesse caso, a cadela apresenta sintomas de gestação sem estar realmente prenha. Esse estado pode causar desconforto para o animal.

    Também conhecida como pseudociese ou falso-prenhez

    A gravidez psicológica em cães é chamada por diferentes nomes, como pseudociese ou falso-prenhez. 

    Isso ocorre porque a cadela apresenta todos os sinais físicos e comportamentais de uma gestação real, mesmo sem estar grávida.

    Acontece quando a cadela apresenta sintomas de gestação sem estar realmente prenha

    Durante a gravidez psicológica, o corpo da cadela passa por mudanças hormonais semelhantes às que acontecem durante uma gestação real. 

    Ela pode desenvolver mamas inchadas e produção de leite, além de comportamentos típicos de uma mãe cuidando dos filhotes.

    Fenômeno natural, mas pode causar desconforto para o animal

    Embora seja um fenômeno natural e relativamente comum em cadelas não castradas, a gravidez psicológica pode causar desconforto para o animal. 

    A cadela pode ficar ansiosa, inquieta e até mesmo agressiva durante esse período. Além disso, ela pode sofrer com problemas físicos, como mastites (inflamação das mamas) e infecções uterinas.

    Salientamos que a gravidez psicológica em cães não é uma condição grave, mas pode ser desconfortável para o animal. 

    Caso você perceba que sua cadela está passando por esse processo, é recomendado buscar orientação veterinária para garantir o bem-estar dela.

    Sintomas da gravidez psicológica canina

    A gravidez psicológica em cães, também conhecida como pseudociese ou falsa gestação, pode apresentar vários sintomas característicos.Esteja atento a esses sinais para identificar e lidar com esse problema de forma adequada.

    Inchaço das mamas e produção de leite sem gestação real

    Durante a gravidez psicológica, as mamas da cadela podem ficar inchadas e sensíveis. Além disso, ela pode começar a produzir leite mesmo sem estar grávida. 

    Isso ocorre devido às alterações hormonais que ocorrem no organismo do animal durante esse período.

    Comportamento maternal excessivo, como cuidar de objetos ou brinquedos como filhotes

    Um dos sinais mais evidentes da gravidez psicológica em cães é o comportamento maternal excessivo. 

    A cadela pode começar a cuidar de objetos inanimados, como brinquedos ou até mesmo almofadas, como se fossem filhotes. Ela pode carregá-los pela casa, lamber e protegê-los com muito zelo.

    Mudanças no apetite e comportamento geral do animal

    Durante a pseudociese, é comum observar mudanças no apetite da cadela. Ela pode perder o interesse pela comida e até mesmo recusar-se a comer adequadamente. 

    O animal pode apresentar alterações comportamentais gerais, como irritabilidade, ansiedade e agitação.

    Esses são apenas alguns dos sintomas mais comuns da gravidez psicológica em cães. Ressaltamos que cada animal pode manifestar esses sinais de forma diferente, e nem todos os cães apresentam todos os sintomas mencionados.

    Tratamento para a pseudociese em cadelas

    Gravidez psicológica em cachorro
    Gravidez psicológica em cachorro

    Em casos leves de gravidez psicológica em cadelas, o tratamento pode ser simplesmente oferecer suporte emocional e conforto ao animal. 

    Os tutores devem estar presentes para acalmar a cadela e proporcionar um ambiente tranquilo. Isso pode incluir carinho, brincadeiras e atenção extra.

    Em casos mais graves de pseudociese, onde os sintomas físicos e emocionais são intensos, busque orientação veterinária. 

    O médico veterinário poderá prescrever medicamentos adequados para aliviar esses sintomas. 

    Esses medicamentos podem incluir tranquilizantes ou hormônios que ajudam a regular o ciclo hormonal da cadela.

    A castração também pode ser uma opção recomendada pelo veterinário como forma de tratar a pseudociese em cadelas. 

    A castração envolve a remoção dos órgãos reprodutivos da cadela, o que ajuda a prevenir futuras gravidezes psicológicas. 

    Essa decisão deve ser discutida com o profissional de saúde animal e considerar todos os aspectos individuais do animal.

    Lembre-se que cada caso é único e o tratamento adequado dependerá das necessidades específicas da cadela. 

    Sempre consulte um médico veterinário antes de iniciar qualquer tipo de tratamento para garantir que seja seguro e eficaz.

    Como ajudar o animal durante a gravidez psicológica

    A gravidez psicológica em cadelas pode ser um momento desafiador tanto para o animal quanto para o dono. Felizmente, existem algumas maneiras de ajudar a cadela durante esse período delicado.

    Proporcionar um ambiente calmo e seguro

    É essencial criar um ambiente tranquilo e seguro para que a cadela se sinta protegida durante a gravidez psicológica. 

    Isso inclui fornecer um espaço confortável onde ela possa descansar e relaxar. Evite movimentações bruscas ou barulhos altos que possam causar estresse adicional.

    Redirecionar a atenção da cadela

    Para evitar reforçar comportamentos maternais excessivos, é importante redirecionar a atenção da cadela para outras atividades. 

    Brincadeiras interativas, como jogos de busca ou brinquedos recheados com petiscos, podem ajudá-la a se distrair e focar em algo diferente da sua suposta gestação.

    Acompanhamento veterinário regular

    Durante a gravidez psicológica, é fundamental manter um acompanhamento veterinário regular. 

    O médico veterinário poderá monitorar a saúde da cadela e oferecer orientações específicas para auxiliar nesse período. 

    Ele poderá indicar medicamentos ou suplementos alimentares adequados, caso necessário.

    Socialização adequada

    Manter uma socialização adequada é importante mesmo durante a gravidez psicológica. Permitir que a cadela interaja com outros animais de forma controlada pode ajudá-la a manter uma rotina saudável e evitar problemas comportamentais.

    Lembre-se de que cada animal é único, e as necessidades individuais podem variar. Caso esteja enfrentando dificuldades para lidar com a gravidez psicológica da sua cadela, é sempre recomendável buscar orientação profissional. 

    Um médico veterinário poderá oferecer um plano de cuidados personalizado e auxiliar tanto o animal quanto o dono durante esse período desafiador.

    Riscos e complicações da pseudociese canina

    Infecções Mamárias devido à Produção de Leite sem Amamentação

    A gravidez psicológica em cadelas pode levar à produção de leite, mesmo sem a presença de filhotes. 

    Isso pode resultar em infecções mamárias, pois o leite não é amamentado e acaba se acumulando nas glândulas mamárias. 

    Essa condição pode causar desconforto e dor para a cadela, além de aumentar o risco de infecções bacterianas.

    • O acúmulo de leite não amamentado nas mamas cria um ambiente propício para o crescimento bacteriano.
    • As infecções mamárias podem ser dolorosas e requerem tratamento veterinário adequado.
    • A pseudociese também aumenta a probabilidade de desenvolvimento de mastites, uma inflamação das glândulas mamárias.

    Alterações Comportamentais, como Agressividade ou Depressão

    Durante a gravidez psicológica, as cadelas podem apresentar alterações comportamentais significativas. 

    Alguns exemplos incluem agressividade repentina ou aumento do apego emocional aos objetos ou pessoas.

    • A agressividade pode ocorrer como resultado do instinto protetor da cadela em relação aos supostos filhotes imaginários.
    • A depressão é outra possível consequência da pseudociese canina, pois a cadela pode sentir-se frustrada com a ausência dos filhotes que ela “esperava”.

    Desenvolvimento de Tumores Mamários em Cadelas Não Castradas

    Um risco adicional associado à pseudociese canina é o desenvolvimento de tumores mamários em cadelas não castradas. 

    A produção excessiva de hormônios durante a gravidez psicológica pode aumentar as chances de crescimento anormal das células mamárias.

    • Estudos mostraram que cadelas que passam por pseudociese têm maior probabilidade de desenvolver tumores mamários.
    • A castração reduz significativamente o risco de câncer de mama em cadelas.

    Prevenção da gravidez psicológica em cães

    A prevenção da gravidez psicológica em cães é fundamental para garantir o bem-estar e a saúde dos animais. 

    Existem medidas eficazes que podem ser tomadas pelos tutores para evitar esse problema comum em cadelas.

    Castração como forma eficaz de prevenção

    A castração é considerada a forma mais eficaz de prevenir a pseudociese em cadelas. Esse procedimento cirúrgico consiste na remoção dos órgãos reprodutivos do animal, impedindo assim a ocorrência de gestações não planejadas e evitando os sintomas associados à gravidez psicológica.

    Evitar cruzamentos indesejados e gestações não planejadas

    Além da castração, é importante evitar cruzamentos indesejados entre cães, especialmente se a intenção não for criar uma ninhada. 

    A reprodução responsável ajuda a controlar a população canina e reduzir os casos de pseudociese.

    Ambiente estável e livre de estresse

    Manter um ambiente estável e livre de estresse para o animal também pode ajudar na prevenção da gravidez psicológica. 

    O estresse pode desencadear alterações hormonais que levam à pseudociese, portanto, proporcionar um ambiente calmo e seguro ao pet é essencial.

    Outras opções preventivas

    Em alguns casos específicos, quando a castração não é uma opção viável, existem alternativas como o uso de medicamentos que regulam os níveis hormonais do animal, como progesterona. Consulte um médico veterinário antes de optar por qualquer tratamento.

    A prevenção da gravidez psicológica em cães é fundamental para garantir o bem-estar dos pets. 

    A castração, evitar cruzamentos indesejáveis, manter um ambiente estável e livre de estresse são medidas importantes a serem adotadas pelos tutores. 

    Sempre consulte um profissional veterinário para obter orientações específicas sobre o seu pet.

    Conclusão

    A gravidez psicológica em cães, também conhecida como pseudociese, é um fenômeno comum que ocorre nas fêmeas caninas. 

    Durante esse período, a cadela apresenta sintomas semelhantes aos de uma gestação real, mesmo sem estar prenhe. 

    Os sintomas podem incluir inchaço das mamas, produção de leite, comportamento maternal e até mesmo busca por objetos que possam ser considerados filhotes.

    Por mais que a gravidez psicológica seja uma condição natural e temporária para muitas cadelas, esteja atento aos sinais e busque orientação veterinária caso necessário. 

    O tratamento geralmente envolve o manejo do comportamento da cadela e pode incluir terapias hormonais ou medicamentos para aliviar os sintomas mais intensos.

    Se você suspeita que sua cadela esteja passando por uma gravidez psicológica, consulte um veterinário para obter orientações específicas sobre o melhor curso de ação a ser seguido. 

    Lembre-se sempre de proporcionar um ambiente seguro e tranquilo para o seu animal durante esse período.

    Perguntas Frequentes Sobre “Gravidez psicológica em cachorro”

    A gravidez psicológica em cães é prejudicial à saúde do animal?

    A gravidez psicológica em si não é prejudicial à saúde da cadela. No entanto, alguns casos mais graves podem levar a complicações como mastites (inflamação das glândulas mamárias) ou problemas emocionais prolongados. Monitore de perto o estado de saúde da cadela durante esse período.

    É possível prevenir a ocorrência de gravidez psicológica em cães?

    Embora não seja possível prevenir totalmente a ocorrência da gravidez psicológica, algumas medidas podem ajudar a reduzir as chances. 

    Manter uma rotina regular de exercícios físicos, oferecer uma alimentação balanceada e evitar estímulos que possam desencadear o comportamento maternal excessivo são algumas das estratégias que podem ser adotadas.

    A pseudociese pode afetar a fertilidade da cadela no futuro?

    Não, a gravidez psicológica em si não afeta a fertilidade da cadela no futuro. Ela ainda será capaz de engravidar normalmente após passar por esse período.

    Quanto tempo dura a gravidez psicológica em cães?

    A duração da gravidez psicológica pode variar de cadela para cadela, mas geralmente dura entre três e seis semanas. 

    Caso os sintomas persistam por um período prolongado ou se tornem intensos, é importante buscar orientação veterinária.

    É recomendável reproduzir uma cadela que já teve gravidez psicológica?

    Reproduzir uma cadela que já teve episódios de pseudociese não é contraindicado do ponto de vista médico. No entanto, é importante avaliar cuidadosamente se ela está emocionalmente preparada para passar por outra gestação e considerar os riscos envolvidos antes de tomar essa decisão.

    Share.
    Avatar de Nilson Tales Guimarães

    Formado em Engenharia de Alimentos pela UEFS, Nilson Tales trabalhou durante 25 anos na indústria de alimentos, mais especificamente em laticínios. Depois de 30 anos, decidiu dedicar-se ao seu livro, que está para ser lançado, sobre as Táticas Indústrias de grandes empresas. Encara como hobby a escrita dos artigos no Curioso do Dia e vê como uma oportunidade de se aproximar da nova geração.