Twitter pode pedir para você editar um tweet potencialmente ofensivo Beebom


O Twitteratti sempre quis um botão Editar e, para sua maior felicidade, a plataforma confirmou recentemente que o trabalho no recurso está em andamento. Embora ainda não saibamos os detalhes adequados sobre isso, parece que o Twitter começou a lançar o recurso para tweets considerados ofensivos. Mas, há uma reviravolta! Aqui estão os detalhes.

O botão Editar do Twitter começa a ser lançado!

De acordo com o informante Mukul Sharma, o Twitter começou a lançar um recurso de edição, que pedir para você editar um tweet que pode ser ofensivo por meio de uma mensagem pop-up. Então, quando você estiver postando um tweet na plataforma e o Twitter achar que é depreciativo, ele pedirá que você reconsidere a escolha das palavras. Você pode revisá-lo e editar o tweet ou apenas publicá-lo.

Com essa opção, o Twitter também habilitará um canal para que os usuários forneçam feedback caso a plataforma esteja errada sobre determinado tweet. No entanto, você deve saber que essa não é realmente a capacidade de editar tweets. O recurso, que deve ser lançado em breve, permitirá que os usuários editem um tweet já postado.

A habilidade também foi descoberta recentemente e residirá no menu de três pontos disponível ao lado do tweet. No entanto, ainda resta saber quando esse recurso estará finalmente disponível para os usuários.

Além disso, espera-se que o Twitter introduza a capacidade de visualizar estatísticas (curtidas, comentários, retuítes) ou um tweet específico diretamente da seção de notificação para facilitar o acesso. Isso dispensará a necessidade de abrir um tweet, repetidas vezes, para ver quanta tração ele tem.

Dito isso, você deve saber que esses recursos não foram lançados oficialmente. Além disso, o Twitter também não fez nenhum anúncio. Veremos quando estes serão liberados para todos. Portanto, fique atento para mais detalhes e compartilhe sua opinião sobre esse potencial recurso do Twitter nos comentários abaixo.



você pode gostar também