O que é preciso para trabalhar como personal trainer?

O personal trainer é o profissional que cuida do treino de atletas, geralmente de maneira individual. Ou seja, é como ter um professor de academia, mas 100% dedicado aos seus objetivos.

Essa profissão destina-se aos profissionais com bastante experiência no ramo. De fato, é comum que profissionais, após alguns anos de trabalho em academias, optem por se tornar personais.

Então, aqui vemos um dos primeiros requisitos da profissão: um diploma de nível superior. Estar associado ao órgão relevante à categoria de educador físico também é essencial.

Feita esta pequena introdução, vamos abordar o assunto com maiores detalhes!

O que faz um personal trainer?

O personal trainer tem por hábito atender um aluno por vez. Via de regra, ele recebe por hora trabalhada, e seu pagamento é feito pelos alunos. Portanto, ele vive de aulas particulares, sendo considerado um empreendedor.

Uma das vantagens em contratar um personal são os treinos personalizados. Além disso, o contato com o profissional também ajuda a entender os limites do aluno, seus pontos fortes e fracos, e superá-los com treinos propícios.

Em outras palavras, ele entrega o treino que o aluno precisa, forçando-o de maneira segura e produtiva.

Como se tornar um personal trainer?

O primeiro passo para se tornar um personal trainer é conquistar o título de bacharel em Educação Física. O conteúdo teórico é muito importante na formação de um profissional de qualidade.

Na faculdade, você vai entender os efeitos dos suplementos no organismo humano, por exemplo.

Além disso, sem um diploma que ateste seus conhecimentos (e registro em órgão competente), você não vai poder exercer a profissão.

Em seguida, você precisa ser bastante ativo, tanto no âmbito intelectual quanto no físico, e se aperfeiçoar todos os dias. Uma ótima alternativa é trabalhar em academias, onde você pode fazer seus primeiros contatos.

É interessante ser um personal trainer “de nicho”, ou seja, focado em um objetivo específico, como emagrecimento, ganho de massa, etc. Isso diminui a concorrência.

Quais são as habilidades básicas de um personal trainer?

Para se tornar um profissional capacitado para a função, você precisa de muito mais do que aulas teóricas e experiência em academias.

É comum que os alunos apresentem falta de vontade de treinar, ansiedades durante a prática esportiva, e vários outros problemas que extrapolam os conteúdos da faculdade.

Vamos entender isso melhor.

Dominar as atividades físicas

É fundamental, para o personal trainer, dominar as atividades físicas. No caso, não precisa saber a execução de todas: somente do nicho de atuação escolhido já está de bom tamanho.

Dominar as atividades físicas significa conseguir reproduzi-las com perfeição. Além disso, outro ponto importante é saber como estimular uma região de diversas maneiras distintas — tanto com aparelhos quanto sem.

Pode-se dizer que esses conhecimentos formam a “caixa de ferramentas” desse profissional. 

Bom relacionamento interpessoal

Como personal trainer, você vai lidar com muitas pessoas diferentes. Portanto, saber como se relacionar com elas, habilidade também conhecida como relacionamento interpessoal, faz parte da profissão.

Podemos dizer que esse tópico não está apresentado em segundo lugar à toa: se relacionar bem é o que vai trazer sucesso dentro da profissão. 

Em alguns casos, pode até suplantar a falta de alguns conhecimentos, pois, após cativar o aluno, ele vai adorar treinar com você.

Ser ótimo em comunicação

A comunicação, assim como o relacionamento interpessoal — que já são relacionadas, por natureza —, também faz parte do kit de ferramentas do personal trainer.

Uma boa comunicação significa usar as palavras certas de forma adequada. Por exemplo, quando lidamos com um aluno com sobrepeso, é recomendado evitar palavras como “gordo”, “gordinho” ou qualquer outra do gênero.

Diga qual é o problema, de forma clara e com linguagem simples, e aponte os meios para solucionar a questão.

“Boa tarde, Fulano. Notei que o senhor está com sobrepeso, o que deve te incomodar. Gostaria de um treino para eliminar esse problema? Acredito que 30 minutos de caminhada vai ajudar bastante.”

Gostar de estudar

Um ponto importante dentro da profissão de personal é gostar de estudar. Afinal, novas pesquisas são publicadas todos os dias, as quais contêm métodos de treino inovadores, que podem fazer a diferença para seus alunos.

Além disso, vale a pena estudar assuntos relacionados, mas não abordados dentro da Educação Física, como é o caso da psicologia.

Saber como motivar seus alunos

É muito comum encontrar alunos desmotivados, mesmo que seus objetivos estejam relacionados à saúde. Portanto, faz parte do trabalho ajudar essas pessoas, dentro do limite de seu alcance, a continuar com o treino. Evite conversas motivacionais e coisas do tipo. Procure motivá-los pelo exemplo.

Conclusão

Em resumo, para trabalhar como personal trainer, você precisa de um diploma de nível superior em Educação Física, registro em órgão competente, estar antenado nas tendências de treino, ter um bom relacionamento interpessoal e saber lidar com pessoas.

Portanto, não adianta ter apenas o diploma: você precisa de um leque de habilidades complementares.

Gostou do conteúdo? Compartilhe com seus amigos!

você pode gostar também