Sente dores ao carregar seu bebê? Veja dicas de como evitar as dores

Você tem um bebê ou uma criança pequena e está sentindo dores no pescoço ou no ombro? Se você respondeu sim, você está longe de estar sozinho. 

Depois de ter seu bebê, você provavelmente pensou que a dor havia ficado completamente para trás. Afinal, crescer e dar à luz um pequeno ser humano é a parte difícil, certo? 

Mas então aqueles bebês perfeitos querem ser abraçados. E embora isso seja bastante fácil quando eles são pequenos recém-nascidos, eles crescem em um ritmo rápido.

Fica mais difícil para o corpo com o passar dos meses e anos. Por mais que você ame carregar seu filho, pode ser uma dor. Literalmente. 

É por isso que estamos compartilhando nossas melhores dicas sobre como evitar dores no pescoço e nos ombros enquanto carrega seu bebê. Que inclui um transportador de quadril fácil de usar que irá absorver o peso do seu filho para você. 

Mas, primeiro, vamos falar sobre por que a dor no pescoço, nos ombros e até nos cotovelos é tão comum em pais de primeira viagem.

Por que as dores no pescoço e no ombro aparecem?

Ser mãe de um bebê é um trabalho árduo … mas você já sabia disso. O que você provavelmente não esperava era o desconforto físico que surge ao segurar e carregar seu bebê. 

Você pode não notar a princípio, mas os mesmos movimentos repetitivos feitos de forma inadequada vão deixar você dolorido e com um corpo que parece fora de sintonia.

Aqui estão alguns motivos pelos quais isso acontece:

Pegando seu bebê incorretamente

Quando o seu bebê é pequeno e se mexe é o máximo que ele faz, você pode pegá-lo com facilidade. Mas quando seu filho começa a engatinhar e se afastar de você, é muito mais provável que você os pegue com pressa, podendo causar dores nas costas

Isso causa tensão e peso extras em partes do corpo que não deveriam suportar o peso do bebê.

Carregando seu bebê na cintura

Quando os bebês chegam a um ponto em que conseguem manter a cabeça erguida sozinhos, geralmente são segurados pelo quadril. Quanto mais velha a criança fica, mais difícil é carregá-la. 

Não demora muito para que você perceba que está se inclinando para poder carregá-los, e muito tempo depois se tornar desconfortável. 

Curvando-se enquanto amamenta ou dá mamadeira ao seu bebê

Mesmo que você geralmente esteja sentado enquanto amamenta seu bebê, ainda é um momento em que você pode sentir dor no pescoço. 

Curvar-se constantemente em direção ao seu bebê para alimentá-lo ou olhar fixamente para aqueles olhinhos doces pode causar esse tipo de desconforto.

Uso incorreto de um suporte frontal

Ter uma tipoia quando o bebe é recém-nascido, ajuda a acalmá-lo, mas pode ser um pouco difícil conseguir fazer o ajuste certo. 

Os suportes frontais também precisam ser ajustados e apertados adequadamente, caso contrário, eles colocam muita tensão desnecessária onde não deveriam.

Carregando uma cadeirinha no braço

Quando os bebês são pequenos, geralmente os deixamos no bebê conforto para levá-los para nossos compromissos. Embora seja uma opção maravilhosa, especialmente quando seu bebê está dormindo profundamente, se for feita com muita frequência, pode causar muita dor.

Adicione o uso de uma bolsa de fraldas pesada em seu ombro e não será difícil ver por que tantos novos pais ou outros cuidadores experimentam dores constantes no pescoço e no ombro.

O movimento repetitivo de pegar e carregar o bebê não só causa dores no pescoço e nos ombros, mas também pode causar dores nas costas. 

Soluções para carregar seu bebê sem dores 

Segurar seu filho é uma das alegrias de ser pai. Isso cria um vínculo como você nunca conheceu antes. E isso certamente é algo que você nunca gostaria de perder. 

Frequentemente, os pais simplesmente empurram a dor porque seu filho quer ser abraçado e eles também querem abraçá-lo. Mas não tem que ser assim!

Estas são as nossas principais soluções para prevenir dores desnecessárias no pescoço e nos ombros durante o transporte do seu bebê.

Consiga um carrinho de bebê

Uma das melhores maneiras de prevenir dores nos ombros e pescoço é usar um porta-bebê com frequência.  

Alguns são melhores do que outros quando se trata de prevenir a dor ao carregar um bebê, mas quando usados ​​corretamente, são quase sempre melhores do que nada. 

O problema aqui é que muitos cuidadores não os usam corretamente e então a dor realmente piora. Portanto, você deve escolher um que possa sempre usar de maneira fácil e correta. 

Nossa principal recomendação nesse artigo foi o carregador de quadril, que é o melhor para eliminar a dor também. Isso porque há uma curva de aprendizado mínima sobre como usá-lo, onde outros precisam de muita prática para acertar.  

Levante com as pernas

Sabemos que às vezes você tem pressa ou simplesmente não pensa duas vezes antes de pegar o seu filho. E talvez não doa no início, mas feito repetidamente, pode ter efeitos negativos duradouros em seu corpo. 

Mas é muito importante levantar com as pernas. Para fazer isso, você vai querer se ajoelhar. Em seguida, levante o bebê enquanto o segura contra o peito antes de se levantar. Em seguida, ponha-se de pé com as pernas enquanto mantém os músculos centrais contraídos e as costas retas.

Fique alto

Enquanto segura seu bebê, preste atenção à sua postura. Você não deve se inclinar para um lado ou para a frente. 

Se você estiver carregando seu bebê sem o suporte, você deve carregá-lo no centro do seu corpo para que o peso seja distribuído uniformemente, tornando mais fácil para você ficar em pé com a cabeça, pescoço e pélvis alinhados.

Alimente com suporte

Usar um sistema de suporte para deitar seu bebê enquanto você o amamenta ou dá mamadeira ajudará imensamente. 

Isso ocorre porque você pode posicionar o travesseiro bem alto, de modo que você traga o bebê até você ou seu seio, em vez de se curvar para chegar mais perto deles.

Estique frequentemente

Embora a prevenção seja fundamental, se você se encontrar com algumas torções desnecessárias no pescoço ou nos ombros, vai querer resolvê-las o mais rápido possível para obter alívio. 

Conclusão

Não é a melhor sensação receber carinho de seu filho? Então, quando eles querem que você os segure, você não quer ter que recusar. 

Mas os pais costumam sentir tanto desconforto que precisam dizer aos filhos que não podem, ou acabam sendo capazes de segurá-los por alguns minutos antes que o peso seja demais para suportar. Isso é especialmente verdadeiro à medida que seu filho cresce. 

E se você conhece crianças pequenas, também sabe como elas adoram correr tanto quanto querem que você as segure. Isso o deixa em uma situação interminável de sobe, desce, sobe e desce e isso só vai piorar a sua dor. 

Caso essa dor piore gradualmente e comece a ficar constante, recomendamos procurar um ortopedista especialista em cotovelo e ombro para prevenir lesões mais sérias e tratar seu desconforto.

você pode gostar também